Crônica “Uma simples flor” – 05.04.2013

Ilustração para crônica de Léo Saballa

Ilustração para crônica de Léo Saballa

“Nenhum motivo especial. Passei aqui apenas para te dar uma flor. Também não é nenhuma flor especial de floricultura. Não comprei de colecionador de espécies raras e nem plantei especialmente para você. Trata-se de uma flor do campo, muito simples que brotou em meio às pedras e desenvolveu-se por capricho da natureza. Penso que ninguém a notou. Mas, por favor, entenda-me que simples não significa simplório ou algo desprovido de valor, beleza ou encantamento. O meu conceito de simplicidade é outro. Aliás, o efeito do simples é muito difícil de alcançar. Muito mais do que o de sofisticação….”

mendes 2013 entre em contato
publicado no jornal Notícias do Dia 05.04.2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s