Crônica “Um ato de coragem” – 19.02.2013

Ilustração para a crônica de Donald Malschitzky

Ilustração para a crônica de Donald Malschitzky

“No pronunciamento de sua última missa, prevaleceu o intelectual crítico, o homem que abomina hipocrisias e que ainda crê numa igreja unida, apesar da “divisão do corpo eclesiástico”,  de que “o rosto da Igreja seja, por vezes, desfigurado”.  Está amargurado, e não procurou escondê-lo.Se houve alguém que surpreendeu no seio católico, foi esse homem. Uma das inteligências mais brilhantes do catolicismo moderno, nunca abandonou seu posicionamento extremamente tradicionalista. Como prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé – herdeira da Santa Inquisição -, por exemplo, faltou-lhe caridade e empatia para com a teologia da libertação e outras manifestações mais  em consonância com a modernidade. No início de seu pontificado, era claro o desconforto e a falta de tato, mas, para surpresa de muitos, superou-se e conseguiu conquistar multidões….”

mendes 2013 entre em contato
publicado no jornal Notícias do Dia 19.02.2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s