Crônica “Esperança” – 28.01.2013

Ilustração para crônica de Décio Aquiles Fischer

Ilustração para crônica de Décio Aquiles Fischer

A esperança é o pior dos males porque prolonga o tormento do homem.(Friedrich Nietzsche) 

            Essa frase introdutória dá a característica pessimista dessa expectativa humana. Foi Arthur Schopenhauer (filósofo alemão1788-1860) quem formulou a tese a respeito do pessimismo. Influenciou o pensamento de Nietzsche, Thomas Mann, Bergson, Freud e Marx. Em contrapartida, a tese do otimismo já tinha sido formulada no século XVII, com Gottfried Wilhelm Leibnitz (filósofo, político, cientista e diplomata alemão 1646-1716), que teve seguidores importantes como: Godwin que foi anarquista e Gramsci (antifascista e comunista). Curioso é que ambos morreram septuagenários, apesar de ideias diametralmente opostas sobre a vida. Quer dizer que a longevidade de ambos nada teve a ver com as teorias do otimismo e do pessimismo que defendiam. Portanto, os dois (Leibnitz e Schopenhauer) tinham, pelo menos, razão em parte no arcabouço de seus respectivos posicionamentos filosóficos. Destarte, não é errado concluir que uma posição mediana e equilibrada entre otimismo e pessimismo é válida. Essa mediatriz, provavelmente, seria a posição realista….”

mendes 2013 entre em contato
publicado no jornal Notícias do Dia 28.01.2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s