Crônica “E se transbordasse?” – 19.01.2013

Ilustração para crônica de Jura Arruda

Ilustração para crônica de Jura Arruda

“E se eu transbordasse de amor por você? E se dos meus olhos escorresse o brilho da mais genuína esperança? E se o meu peito rompesse a angústia e a batida do meu coração ensurdecesse poetas? Você me ouviria? Caberia no seu peito meu compasso? Ou é mentira que o amor prevalece? Que história é essa de que você dá ordens ao coração? O meu não aceita. E se ralho com ele, o impertinente transborda só para mostrar quem manda. O que é essa brisa fazendo carinho no meu rosto quando você se descuida e deixa transbordar seu amor também?…”

©mendes 2012 entre em contato
publicado no jornal Notícias do Dia 19.01.2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s