Crônica “O valor da autoestima” – 10.12.2012

Iluatração para crõnica de Roberto Szabunia

“Toda pessoa já se sentiu, várias vezes na vida, deprimida, confusa, aborrecida, sem vontade de executar a menor tarefa. Isso é normal, muitos se sentem assim quando enfrentam alguma complicação, um problema de saúde, desavenças familiares, dificuldades no trabalho, o time que não ganha de ninguém (ô, Parmera, de novo?)… Dependendo da gravidade dos sintomas, é necessário tratamento, com medicação e até acompanhamento psicológico.Mas também é possível combater a encrenca com outras armas: dar um tempo para o lazer, encontrar os amigos, reunir a família, jogar uma sinuca, passar uma tarde no pesque-pague ou na praia, jogar paciência no computador, tirar uma tarde de folga no trabalho, promover um churrasco, ir ao estádio ver um jogo (do JEC até dá). Enfim, dar um tempo a si mesmo, recolher a autoestima do chão e recolocá-la onde deve estar sempre: no alto….”

©mendes 2012 entre em contato
publicado no jornal Notícias do Dia  . 06.12.2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s