Crônica “Uma carta de euforia” – 24.11.2012

Ilustração para a crônica de Jura Arruda

“A calçada é meu chão. Brinco com pedras. Distraio a dor. A calçada, senzala que é, impede a gente de querer mais. Faz tempo que vim pra cá. Eu nem lembro mais. Só sei que foi verão, porque a noite era quente. Depois choveu dias e dias. Depois foi esfriando e esfriando. Meu coração também. Por isso que me chamam de Iceberg, né? Grande e gelado. Só não sou branco. Mas quem é?A Isabel que desistiu de mim, não fui eu não. Ela que não quis mais. Disse que eu não era homem bom pra ela. Saiu da minha vida e até minha vida saiu de mim….”

©mendes 2012 entre em contato
publicado no jornal Notícias do Dia 24.11.2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s