Crônica “O homem blindado” – 05.10.2012

Ilustração para a crônica de Thais de Ferrand

“Seja como for, às vésperas do primeiro turno, talvez o pedido mais desejado a quem se habilitar a governar seja o de nos proteger mais dessa violência que não escolhe mais horário nem endereço para acontecer. Para que a gente não precise se proteger tanto, o tempo todo, de gente da raça humana. Para que a gente não se acostume com a indústria de proteção que não para de crescer.No gancho dessas palavras, pensemos nas blindagens desnecessárias que nos envolvem no dia a dia da cidade: vivenciando nossas próprias histórias com menos proteções, talvez despertássemos para a lembrança de como era viver à flor da pele na cidade: sem couraça e sem medo de atravessar a avenida…”

©mendes 2012 entre em contato
publicado no jornal Notícias do Dia 05.10.2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s