Crônica “A varanda” – 21.09.2012

Ilustração para a crônica de Thaís de Ferrand

  “Naquela tarde de sol tímido, uma sensação foi direcionando o olhar para um canto da casa: do caminho entre a cozinha e a sala, chegou-se à varanda para avistar qualquer coisa que tornasse o dia menos comum.Esse local muito diz sobre onde estamos em nossas histórias: pode ser tropical, mostrando o verde da vida nas cores despontando em galhos de árvores. De sítio, trazendo o cheiro de terra molhada, dos frutos frescos e do sereno encharcando o cenário. Pode ser de praia, com uma rede colorida de descanso e um barulho de água fervente para o café que vem de dentro de casa.A da cidade, no entanto, vai além: força a imaginação ao invés de enxergar apenas o que os olhos alcançam….”

©mendes 2012 entre em contato
publicado no jornal Notícias do Dia 21.09.2012

Anúncios

Um pensamento sobre “Crônica “A varanda” – 21.09.2012

  1. Coisa linda essa crônica Mendes!
    Eu estava procurando alguma poesia sobre varandas, mas dentre elas encontrei essa crônica que vale por muitas poesias!
    Peço sua licença pra compartilhar no facebook.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s