Crônica “Não morra hoje!” – 08.09.2012

Ilustração para a crônica de Anacreonte Fonjic

“O chão de madeira estalava enquanto ele andava de um lado para o outro tentando afastar o pânico e decidir o que fazer. A mulher fora bem clara e a criança iria morrer logo se não conseguissem ajuda. Mas afinal o que se podia fazer? Naquele matagal no fim do mundo não havia outra casa por muitos quilômetros e naquela chuva e naquela escuridão da noite ninguém iria abrir a porta.Chegou mais uma vez perto da cama onde o corpo infantil ardia de febre e se contorcia de dor, choramingando. A doença viera fulminando e se apoderando do corpo de forma cruel. Ele e a mulher se revezaram na administração do que tinham de remédios em casa e na aplicação de compressas frias para tentar vencer a febre, mas nada. Continuavam encurralados e cada vez mais acreditando na derrota….”

mendes 2012 entre em contato
publicado no jornal Notícias do Dia 08.09.2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s