Crônica “Poemas na cozinha” – 04.09.2012

Ilustração para a crônica de Donald Malschitzky

“O aroma do azeite sendo aquecido incorpora-se ao da fritura rápida da carne; não há cheiro de gordura, só de gostosura. Aos poucos, à medida que a carne é ensopada, sobressai o aroma meio áspero da pimenta jamaica que, aos poucos, traz consigo o do louro e, bem de leve, da cebola que, em pouca quantidade, não consegue se impor. Acrescentado o tão nosso aipim, para quem os alemães, poloneses, portugueses e tantas etnias, sabiamente, inventaram vários usos,  tudo vira um com nuances de vários….”

©mendes 2012 entre em contato
publicado no jornal Notícias do Dia 04.09.2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s