“Tanso na boléia”

“Tem gente que pensa que é esperta e acaba, literalmente, dançando. Foi o que ocoreu com um motorista de 27 anos, que comprou a carteira de habilitação num restaurante. Sabendo que não tinha condições de tirar a CNH de caminhoneiro por meios legais porque tem deficiência no antebraço esquerdo, pagou R$ 600 pela licença fria. Na primeira blitz ficou detido.”

Coluna do Hélio Costa 28 e 29.7.2012

©mendes 2012 entre em contato

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s